BASF lança plataforma de vendas para a indústria de adjuvantes para defensivos agrícolas

O portfólio conta com a linha Agnique Sniper Adjuvantes, de base natural, que promove o controle de deriva na aplicação dos produtos por drones.


O portfólio conta com a linha Agnique® Sniper Adjuvantes, de base natural, que promove o controle de deriva na aplicação dos produtos por drones (Foto:  Divulgação/BASF)

Atenta aos desafios do sistema de produção agrícola, que envolvem a crescente demanda mundial por alimentos e a preservação ambiental, a BASF acaba de lançar o [email protected] Agnique® para venda direta de adjuvantes, componentes e aditivos - soluções mais eficientes, biodegradáveis e de origem vegetal que cooperam para mitigar os impactos no planeta. A plataforma surge com os objetivos de simplificar o processo de aquisição de produtos para o mercado agrícola e aproximar cliente e parceiros, oferecendo a eles a possibilidade de orçamento online, consulta a documentações e atendimento técnico virtual.

No portfólio destacam-se as soluções de origem vegetal Agnique® Sniper ME, aditivo à base de éster metílico, e o Agnique® Sniper TG, à base de triglicerídeos, duas matérias-primas da linha Agnique® Sniper Adjuvantes, criada pela BASF para ajudar os produtores em outro grande desafio nas aplicações agrícolas: o controle de deriva. As duas soluções são indicadas para defensivos pulverizados por meio de drones, tornando o processo mais efetivo, dirigido e seguro.

Os formuladores também podem encontrar o espalhante adesivo Agnique® Next, com formulação inovadora à base de alquilpoliglucosideo (vegetal), que melhora a aplicação e a absorção do produto pelas folhas, reduzindo a perda de produtos.

“A digitalização torna mais fácil o acesso às matérias-primas, permitindo que até os pequenos formuladores espalhados pelo país desenvolvam soluções customizadas, únicas e que sejam direcionadas às necessidades mais específicas do mercado, incluindo a demanda por tecnologias relacionadas à eficiência e segurança ambiental”, explica Andre Karadi, analista do negócio de formuladores da BASF.